00351 239 441 674
secretario @ rainhasantaisabel.org
Abertura De Concurso Para Novos Confrades – 2022

EDITAL

Faz-se público que, nos termos do disposto no artigo 8º do Compromisso da Confraria da Rainha Santa Isabel, autorizo que seja aberto concurso para o provimento de 20 vagas de Confrades.

O prazo de apresentação de candidaturas decorre desde hoje, até às 18.30 horas do dia 16 de Setembro de 2022, devendo estas ser entregues aos funcionários da Confraria na Igreja da Rainha Santa Isabel, juntamente com uma pequena nota biográfica.


Podem ser opositores as Irmãs e os Irmãos admitidos até à última reunião da Mesa Administrativa que estejam nas condições exigidas pelo artigo 7º do Compromisso da CRSI.

O preenchimento integral da ficha de candidatura, disponível na página web da Confraria ou na Igreja da Rainha Santa Isabel, dispensa os documentos exigidos pelo §3 do artigo 8º do Compromisso da CRSI.

Igreja da Rainha Santa Isabel, 31 de Agosto de 2022

O Presidente da Mesa Administrativa

Joaquim Leandro Costa e Nora


Documentação:

Vamos Restaurar a Capela-Mor – Angariação de Fundos

VAMOS RESTAURAR A CAPELA-MOR DA IGREJA DA RAINHA SANTA ISABEL? 

————————————————–

VAMOS A ISSO – COLABORE NESTA CAMPANHA DE ANGARIAÇÃO DE FUNDOS

Pode fazer o seu donativo na igreja ou enviando-nos cheque à ordem da Confraria da Rainha Santa Isabel ou por transferência bancária para o NIB: 036.0033.99100687871.81, remetendo-nos o comprovativo de pagamento e indicando o seu nome, NIF e morada para que lhe possamos enviar o recibo.

Contacte-nos:

Confraria da Rainha Santa Isabel – Igreja da Rainha Santa Isabel – Alto de Stª Clara P-3040-270 Coimbra
Telefone: +351 239441674 recordatoriocrsi@gmail.com.

Os donativos para Instituições Religiosas, como é o caso da Confraria, podem ser abatidos no IRS, no anexo H (Benefícios Fiscais e Deduções), quadro 7.

Os benfeitores que nos ajudem com um valor mínimo de 500,00 euros serão agraciados com um diploma ricamente iluminado e especialmente concebido para o efeito.

Divulgue esta campanha pelos seus amigos, empresas e comerciantes conhecidos.

Solene Procissão do Senhor dos Passos – 2019

A Mesa Administrativa da Confraria da Rainha Santa Isabel vem informar todos os Confrades e Irmãos sobre os honrosos agradecimentos enviados pelo senhor Cónego Sertório Baptista e pelo senhor Padre Francisco Prior Claro à Confrariada Rainha Santa Isabel, pela sua relevante participação na solene Procissão do Senhor dos Passos do passado dia 17 de Março, na cidade de Coimbra – “jornada de fé memorável! Deus seja louvado pelas maravilhas que faz em nós e por meio de nós!“.

A todos os Confrades e Irmãos que, com a sua presença e participação na solene Procissão, representaram a Confraria da Rainha Santa Isabel, a Mesa Administrativa agradece de forma muito penhorada a inestimável e sacrificada colaboração.

Com os melhores cumprimentos,
Joaquim Costa e Nora

Edital

ELEIÇÃO DOS ÓRGÃOS SOCIAIS

Não tendo sido apresentadas à mesa da Assembleia Geral da Confraria, dentro do prazo normal determinado pelo Compromisso, quaisquer listas de candidatura, esse prazo é prorrogado até às 18 horas do dia 21 de Janeiro corrente.

Em 3 de Janeiro de 2019

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral,

Prof. Dr. Adelino Marques

Assembleia Geral Extraordinária

CONVOCATÓRIA

Nos termos do artigo 27.º, b) e do artigo 28.º, n.º 5, do Compromisso da Confraria da Rainha Santa Isabel, convoco a Assembleia Geral da Confraria, a reunir na sua sede no dia 16 de Fevereiro de 2019, às 9 horas e 30 minutos, com a seguinte Ordem de Trabalhos:


Ponto único: Eleição dos Corpos Sociais da Confraria para o quadriénio de 2019-2023.
Se não estiverem presentes a maioria dos Confrades no pleno uso dos seus direitos, a Assembleia funcionará, em segunda convocatória, meia hora mais tarde, com qualquer número de membros (Compromisso, artigo 28.º, n.º 6).
As listas deverão ser apresentadas até ao dia 2 de Janeiro de 2019 (Art. 42.º, n.º 6).

Coimbra e sede da Confraria, em 10 de Dezembro de 2019.

O Presidente da Assembleia Geral,

(Prof. Doutor Adelino Marques)

Em louvor da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

Em louvor da Imaculada Conceição de Nossa Senhora

 

Temos o prazer de vos convidar para a conferência intitulada “Leituras a partir do Retábulo da da Conceição”, seguida da celebração de Vésperas a N. S. da Conceição, pelo coro da igreja da Rainha Santa Isabel, com a colaboração do Cón. Pedro Miranda, numa organização conjunta da Confraria da Rainha Santa Isabel, da Liga dos Amigos da Confraria da Rainha Santa Isabel e do CADC – Centro Académico de Democracia Cristã.
O evento terá lugar no dia 7 de Dezembro, às 21.30, na igreja da Rainha Santa Isabel.

Cadernos Eleitorais – 2020

 

Eleições para os órgãos sociais da Confraria da Rainha Santa Isabel

De acordo com o estipulado no nº 2 do Artº 42º do Compromisso da Confraria da Rainha Santa Isabel, afixam-se os cadernos eleitorais:

Cadernos eleitorais da

Confraria da Rainha Santa Isabel

Por ordem de numeração de confrades

 

Nº de confrade Nome
357 Adelino Augusto de Abreu Fernandes Marques
358 João Rodrigues Teixeira
359 José Eduardo Rodrigues da Costa Lobo
361 Ramiro Braz Monteiro
363 Abílio Henriques Oliveira
364 José António Neves de Oliveira
365 João Carlos Torres França
366 Carlos António Regêncio Macedo
367 António Manuel Ribeiro Rebelo
368 Joel Gonçalves Araújo
369 Milton Pedro Dias Pacheco
370 António José Nunes Pinto
371 Armando Lopes Porto (UC)
372 Aurélio Jorge Filipe Vasques
373 Bruno Alexandre Sampaio Lobo
374 Carlos José Santos Barreira
375 Carlota Maria Lopes de Miranda Urbano (UC)
376 Filipe José Ralha de Vasconcelos
377 Francisco de Assis Travassos Cortez da Cunha Matos
378 P. Francisco Eloi Martinho Prior Claro
379 Henrique de Sousa Teixeira
380 Henrique Vilaça Ramos (UC)
381 Isabel Garcia Jardim de Campos Amorim
382 João José de Lemos da Cunha Matos
383 João José Simões Gomes
384 Joaquim José Carvalhão Teixeira Santos
385 Joaquim Leandro Monteiro Costa e Nora
386 Joaquim Manuel Carvalho Amado
387 Jorge Nuno Pires Sampaio
388 José António Soares Lopes
389 José Augusto Rodrigues Simões
390 José Manuel de Sousa Vieira
392 Luís Manuel Ferreira de Brito
393 Luís Nogueira Pinheiro
394 Manuel António Garcia Braga da Cruz
395 Manuela Carvalhão Mendes de Teixeira Santos
397 Maria do Céu da Silva Mendes Coelho
398 Maria Isabel Garcia Braga da Cruz
399 Maria Margarida Lopes de Miranda (UC)
400 Maria Teresa Marques Salgado Lameira
401 Maria Teresa Ribeiro Baptista de Almeida
402 Mariana Isabel Ralha de Vasconcelos
403 Mário Jorge Salgueiro Amado
404 Paulo Sérgio Margarido Ferreira (UC)
406 Saul António Gomes (UC)
407 Teresa Filomena Travassos Cortez da Cunha Matos
408 Tiago Afonso Lopes de Miranda
409 Anabela Faria de Carvalho Ramos
410 António Augusto Dias Marques
411 Carlos Alberto Marques Gonçalves Nossa
412 Carlos Manuel Trigo Mendes
413 Clara Maria Monteiro Seco
414 Euclides Maria Camarinho
415 Fernando Carlos Baptista Regêncio
416 Isménia Maria Monteiro Filipe
417 Joaquim dos Santos da Silva Pimenta
418 José Manuel Moreira Cardoso da Costa (UC)
419 José Manuel Viseu Fernandes
420 José Paulo Vasques Costa
422 Marcelino dos Santos Ferreira
423 Maria João Buzano Vieira
425 Nuno Filipe Martins Fachada Fileno
426 Pedro Manuel de Matos Sequeira Alcoforado
427 Rúben André Abreu Fonseca
428 Vítor Manuel dos Matos Lobo (UC)
429 Cristina Maria Dias Simões
430 Francisco Manuel Relva Pereira
431 P. Miguel Soares de Albergaria D’Aguiar
432 Nair de Nazaré Castro Soares
433 Vítor Gabriel de Castro Soares Morgado
434 Américo Baptista dos Santos
435 Américo Miranda Pires dos Santos
436 Dália Isabel Martins Ribeiro dos Santos
437 Maria Frederica Ressano Garcia Morão Chichorro
438 Ricardo António Vieira da Veiga Ferrão

Ordenados por ordem alfabética

Nº de confrade Nome
363 Abílio Henriques Oliveira
357 Adelino Augusto de Abreu Fernandes Marques
434 Américo Baptista dos Santos
435 Américo Miranda Pires dos Santos
409 Anabela Faria de Carvalho Ramos
410 António Augusto Dias Marques
370 António José Nunes Pinto
367 António Manuel Ribeiro Rebelo
371 Armando Lopes Porto (UC)
372 Aurélio Jorge Filipe Vasques
373 Bruno Alexandre Sampaio Lobo
411 Carlos Alberto Marques Gonçalves Nossa
366 Carlos António Regêncio Macedo
374 Carlos José Santos Barreira
412 Carlos Manuel Trigo Mendes
375 Carlota Maria Lopes de Miranda Urbano (UC)
413 Clara Maria Monteiro Seco
429 Cristina Maria Dias Simões
436 Dália Isabel Martins Ribeiro dos Santos
414 Euclides Maria Camarinho
415 Fernando Carlos Baptista Regêncio
376 Filipe José Ralha de Vasconcelos
377 Francisco de Assis Travassos Cortez da Cunha Matos
378 Francisco Eloi Martinho Prior Claro
430 Francisco Manuel Relva Pereira
379 Henrique de Sousa Teixeira
380 Henrique Vilaça Ramos (UC)
381 Isabel Garcia Jardim de Campos Amorim
416 Isménia Maria Monteiro Filipe
365 João Carlos Torres França
382 João José de Lemos da Cunha Matos
383 João José Simões Gomes
358 João Rodrigues Teixeira
417 Joaquim dos Santos da Silva Pimenta
384 Joaquim José Carvalhão Teixeira Santos
385 Joaquim Leandro Monteiro Costa e Nora
386 Joaquim Manuel Carvalho Amado
368 Joel Gonçalves Araújo
387 Jorge Nuno Pires Sampaio
364 José António Neves de Oliveira
388 José António Soares Lopes
389 José Augusto Rodrigues Simões
359 José Eduardo Rodrigues da Costa Lobo
390 José Manuel de Sousa Vieira
418 José Manuel Moreira Cardoso da Costa (UC)
419 José Manuel Viseu Fernandes
420 José Paulo Vasques Costa
392 Luís Manuel Ferreira de Brito
393 Luís Nogueira Pinheiro
394 Manuel António Garcia Braga da Cruz
395 Manuela Carvalhão Mendes de Teixeira Santos
422 Marcelino dos Santos Ferreira
397 Maria do Céu da Silva Mendes Coelho
437 Maria Frederica Ressano Garcia Morão Chichorro
398 Maria Isabel Garcia Braga da Cruz
423 Maria João Buzano Vieira
399 Maria Margarida Lopes de Miranda (UC)
400 Maria Teresa Marques Salgado Lameira
401 Maria Teresa Ribeiro Baptista de Almeida
402 Mariana Isabel Ralha de Vasconcelos
403 Mário Jorge Salgueiro Amado
431 Miguel Soares de Albergaria D’Aguiar
369 Milton Pedro Dias Pacheco
432 Nair de Nazaré Castro Soares
425 Nuno Filipe Martins Fachada Fileno
404 Paulo Sérgio Margarido Ferreira (UC)
426 Pedro Manuel de Matos Sequeira Alcoforado
361 Ramiro Braz Monteiro
438 Ricardo António Vieira da Veiga Ferrão
427 Rúben André Abreu Fonseca
406 Saul António Gomes (UC)
407 Teresa Filomena Travassos Cortez da Cunha Matos
408 Tiago Afonso Lopes de Miranda
433 Vítor Gabriel de Castro Soares Morgado
428 Vítor Manuel dos Matos Lobo (UC)
Organização de eventos nos espaços da Confraria da Rainha Santa Isabel

Atendendo aos vários pedidos, apresentamos a informação mais actualizada, aprovada pela Mesa Administrativa, relativamente à organização de eventos nos espaços da Confraria.

A Mesa da Confraria da Rainha Santa Isabel, em reunião de 16-2-2017, estabeleceu que está receptiva a pedidos para a organização de eventos nos seus espaços, desde que a sua utilização não seja contrária à santidade do lugar e não colida com os objectivos e interesses consagrados no Compromisso da CRSI.

Eventos a realizar no espaço sagrado da igreja estão sempre sujeitos à apreciação prévia da Cúria Diocesana e são obrigatoriamente gratuitos. Segundo a Santa Sé, aquilo que podemos ouvir numa igreja é a música sacra, que “foi composta para a liturgia, mas que, por motivos contingentes, não pode ser executada durante a celebração litúrgica”, a música religiosa, “que se inspira num texto da Sagrada Escritura ou na Liturgia, ou que se refere a Deus, à Virgem Maria, aos Santos ou à Igreja”. As normas para a realização de concertos nas igrejas encontram-se regulamentadas pelo documento intitulado “Princípios e Orientações sobre os Bens Culturais da Igreja”, aprovado pela Conferência Episcopal Portuguesa em 16 de Novembro de 2005:


“A realização destes concertos em igrejas […] obedecerá sempre às normas publicadas pela Santa Sé e pelas dioceses portuguesas, segundo as quais o reportório deverá ser condizente com o lugar sagrado, constituído por música sacra ou religiosa, e sujeito a aprovação superior. Estabelece-se também que estes concertos, que se destinam a proporcionar momentos de elevação espiritual, sejam inteiramente gratuitos”.

Uma vez que, no caso de concertos, o reportório deve ser obrigatoriamente de música sacra ou religiosa, este deve ser enviado à Mesa da Confraria com, pelo menos, 1 mês de antecedência, indicando o lugar, a data, a hora e o programa do concerto com o nome das obras musicais a apresentar e os seus autores, a fim de ser previamente aprovado (e em tempo útil) pela Cúria Diocesana.

A única obrigação é a de as instituições que solicitarem os espaços contribuírem com um donativo mínimo de 500 euros, para cobrir despesas logísticas com a organização do evento e a título de compensação pelos gastos de funcionamento (electricidade, limpeza, horas extraordinárias de funcionários, etc.).

Não se trata de qualquer taxa tal como as que se encontram estipuladas pelo Estado relativamente à cedência de espaços em monumentos nacionais (cf. Despacho n.º 2884/2018, publicado em Diário da República n.º 57/2018, Série II de 2018-03-21), onde, por esse motivo, constam montantes proporcionalmente 10 a 20 vezes superiores a esta pequena contrapartida.

As instituições interessadas podem ficar isentas da contrapartida financeira referida no parágrafo anterior, desde que a iniciativa seja proposta à Confraria da Rainha Santa Isabel e à Liga dos Amigos da Confraria da Rainha Santa Isabel a título de co-organização com ambas as associações, uma vez que a LACRSI assume a organização dos eventos culturais nos espaços da CRSI. Estas iniciativas exigem a colocação dos logótipos da CRSI e da LACRSI nos cartazes e demais publicidade.

Noutros espaços, que não na igreja, os eventos organizados pela CRSI e pela LACRSI podem estar sujeitos a um donativo mínimo, o qual reverte integralmente para as obras de restauro do Mosteiro. Quaisquer iniciativas que sejam propostas por outras instituições à CRSI e que sejam por esta aprovadas estão sujeitas à repartição equitativa dos lucros operacionais, sempre em co-organização com a CRSI e a LACRSI, além da exigência da colocação dos logótipos da CRSI e da LACRSI nos cartazes e demais publicidade.

A obtenção de fotografias ou registos equivalentes que pretendam documentar o interior dos espaços sagrados, os valores artísticos ou documentais que neles se contêm, bem como acções ou acontecimentos que ali se realizem, está sujeita a prévia autorização da CRSI ou, em última instância, da Cúria Diocesana. A captação de imagens dentro dos espaços da Confraria da Rainha Santa Isabel, seja para fins comerciais, seja para fins académicos, está sujeita a direitos de imagem, cujo regulamento pode ser consultado aqui.

Chá no Paço da Rainha

No âmbito das Jornadas Europeias do Património, a Confraria da Rainha Santa Isabel vai organizar no dia 23 às 16h, o evento “Chá no Paço da Rainha”, um chá solidário, nos claustros do mosteiro de Santa Clara-a-Nova, de angariação de fundos para as obras da Capela-mor.
A inscrição nesta iniciativa decorre até 18 de Setembro no Recordatório da Igreja da Rainha Santa Isabel e tem o custo mínimo de 5 euros. Durante o evento, haverá animação musical.
As inscrições decorrem no Recordatório (tel.: 239441674).