00351 239 441 674
secretario @ rainhasantaisabel.org

Abertura De Concurso Para Novos Confrades – 2022

EDITAL

Faz-se público que, nos termos do disposto no artigo 8º do Compromisso da Confraria da Rainha Santa Isabel, autorizo que seja aberto concurso para o provimento de 20 vagas de Confrades.

O prazo de apresentação de candidaturas decorre desde hoje, até às 18.30 horas do dia 16 de Setembro de 2022, devendo estas ser entregues aos funcionários da Confraria na Igreja da Rainha Santa Isabel, juntamente com uma pequena nota biográfica.


Podem ser opositores as Irmãs e os Irmãos admitidos até à última reunião da Mesa Administrativa que estejam nas condições exigidas pelo artigo 7º do Compromisso da CRSI.

O preenchimento integral da ficha de candidatura, disponível na página web da Confraria ou na Igreja da Rainha Santa Isabel, dispensa os documentos exigidos pelo §3 do artigo 8º do Compromisso da CRSI.

Igreja da Rainha Santa Isabel, 31 de Agosto de 2022

O Presidente da Mesa Administrativa

Joaquim Leandro Costa e Nora


Documentação:

“SÃO ROSAS”

Concerto do próximo Domingo, dia 17 de Julho de 2022, pelas 18h00, nos Claustros do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, com que se encerrará o Programa Cultural organizado pela Confraria da Rainha Santa isabel, englobado nas Festas da cidade de Coimbra em louvor de Santa isabel de Portugal.
Este concerto, designado “SÃO ROSAS”, é composto por várias peças clássicas, a maioria de música sacra, e será interpretado pelo Quarteto de Cordas da Orquestra Clássica do Centro, com a participação da soprano Raquel Mendes.
Peço a melhor divulgação deste momento cultural na cidade de Coimbra, que se pretende inesquecível, num local igualmente inesquecível.
Tendo presente todos os condicionalismos indicados nas orientações da Conferência Episcopal Portuguesa e das autoridades de saúde e de modo a preparar o melhor acolhimento de todos, informa-se que a entrada é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia até às 19h00 de Sábado, dia 16 de Junho, pelos telefones 239441674 e 918048310, ou para o email <secretario@rainhasantaisabel.org>
Com os melhores cumprimentos,
Joaquim Costa e Nora

REQUIEM DE MOZART – pelo Coro Sinfónico Inês de Castro

EVENTO DE LANÇAMENTO CD+DVD
15 DE JULHO, 19H
NO MOSTEIRO DE SANTA CLARA
AMIGO PÚBLICO Venha à nossa festa de lançamento do CD+DVD e de aniversário dos 10 anos CSIC
OFERTA:
NO ANIVERSÁRIO DO CORO SINFÓNICO INÊS DE CASTRO, QUEM RECEBE É O NOSSO PÚBLICO!
ADQUIRA O SEU CD+DVD e ganhe oferta de lançamento: Ingresso para concerto CSIC 2022
Contactos para reserva e aquisição de CD+DVD:
corosinfonicoinesdecastro@gmail.com
965854032 Whatsapp
912 911 300 Mbway
REQUIEM DE MOZART E CSIC
Conheça aqui a nossa paixão… conheça a obra, os intérpretes e a direção… conheça a ficha técnica do CD+DVD e as entidades parceiras de apoio a este trabalho.
Adquira o seu CD+DVD, ficamos gratos por apoiar o nosso trabalho cultural, a nossa paixão de cantar, a nossa vida!

MISSA COGNOVI DOMINE.

A Filarmónica de Vila Nova de Anços e o Coro Santo Agostinho têm a honra de apresentar em estreia no próximo dia 3 de julho, pelas 18h00 a obra, composta por 12 andamentos, compreende os textos do próprio e do ordinário da Santa Missa [Introit, Kyrie, Gloria, Gradual, Aleluia, Offertorium, Sanctus, Benedictus, Communion] e ainda um hino do poeta Afonso Lopes Vieira.
Dada a limitação de lugares e de modo a preparar o melhor acolhimento de todos, a admissão do público está sujeita a inscrição prévia, através dos telefones 239441674 ou 918048310 da Confraria da Rainha Santa Isabel, ou ainda por mensagem para o e-mail secretario@rainhasantaisabel.org.
Esperamos por vós!

Audição da Suite 2020 em Louvor à Rainha Santa Isabel

 

iniciativa - Suite 2020 em Louvor à Rainha Santa

Coimbra (Portugal) – 2 de julho de 2022 – “SUITE 2020” (por Makris Charalampos, Francisco J. Rosal Nadales, Francisco M. Relva Pereira & Ilio Volante) será apresentada por ocasião das “Festas da Rainha Santa”, pelas 18h, no Mosteiro de “Santa Clara-a-Nova” pelas bandas de Lares e Santana dirigido pelo Maestro Paulo Silva.
 
Dada a limitação de lugares e de modo a preparar o melhor acolhimento de todos, a admissão do público está sujeita a inscrição prévia, através dos telefones 239441674 ou 918048310 da Confraria da Rainha Santa Isabel, ou ainda por mensagem para o e-mail <secretario@rainhasantaisabel.org>.
Contando com a presença de todos,
Pela Mesa Administrativa da Confraria da Rainha Santa Isabel
Joaquim Leandro Costa e Nora

Recital de canto gregoriano pelos Coros Psalterium e Vox Aetherea

A Mesa Administrativa da Confraria da Rainha Santa Isabel informa que, depois do êxito do fim de semana passado, em que teve início o Programa Cultural das Festas em louvor de Santa Isabel de Portugal organizadas pela Confraria, este programa cultural prossegue no próximo Domingo, dia 26 de Junho, a que se associa mais uma efeméride do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova.
Na verdade, no Domingo, dia 26 de Junho, para assinalar o aniversário da Dedicação da Igreja da Rainha Santa Isabel, em 1696, vai realizar-se nesta igreja, em Coimbra, a partir das 21h00, um Recital de canto gregoriano pelos Coros Psalterium e Vox Aetherea.
Dada a limitação de lugares e de modo a preparar o melhor acolhimento de todos, a admissão do público está sujeita a inscrição prévia, através dos telefones 239441674 ou 918048310 da Confraria da Rainha Santa Isabel, ou ainda por mensagem para o e-mail <secretario@rainhasantaisabel.org>.

Contando com a presença de todos,
Pela Mesa Administrativa da Confraria da Rainha Santa Isabel
Joaquim Leandro Costa e Nora

OpusMundi

Domingo 19.jun.2022  | CONCERTO 18h |
Mosteiro de Santa Clara-a-Nova e Igreja da Rainha Santa Isabel
No âmbito das comemorações do aniversário do Decreto Real de 16 de junho de 1910 – assinado por S. M., o Rei Dom Manuel II e publicado no Diário do Governo de 23 de junho de 1910 -, que “classificou” o Mosteiro de Santa Clara-a-Nova como Monumento Nacional.
O evento acontece HOJE, a partir das 18h00 iniciando com visita aos Claustros do Mosteiro, numa apresentação do Presidente da Mesa Administrativa da Confraria da Rainha Santa – Dr. Joaquim Costa e Nora. A visita aos claustros do Mosteiro será acompanhada de apontamentos musicais de “As Quatro Estações” de Vivaldi e da declamação dos sonetos pertencentes à obra de Vivaldi, seguindo-se o concerto na Igreja da Rainha Santa Isabel.
As entradas são gratuitas, mas sujeitas a inscrição prévia pelo e-mail <secretario@rainhasantaisabel.org>
As 4 Estações, de Vivaldi
“As 4 Estações” (em italiano: Le quattro stagioni) é um conjunto de quatro concertos para violino do compositor italiano Antonio Vivaldi, cada um inspirado numa estação do ano. Foram compostos entre 1718 e 1720, quando Vivaldi era mestre de capela da corte de Mântua e publicados pela primeira vez em 1725 em Amsterdão juntamente com oito concertos adicionais, sob o título “O certame entre a harmonia e a invenção) (em italiano: Il cimento dell’armonia e dell’inventione). As quatro estações tornaram-se numa das mais populares obras de sempre e certamente na obra mais conhecida do compositor.
A originalidade destes concertos constitui uma revolução na conceção musical. Neles Vivaldi representou riachos, o canto de vários pássaros (cada um especificamente caracterizado), um pastor, cães a latir, o zumbido de moscas, tempestades, dançarinos embriagados, cenas de caça caracterizando estes e as presas, paisagens congeladas e lareiras quentes de inverno.
Incomum para a época, Vivaldi publicou os concertos acompanhados de sonetos (possivelmente escritos pelo próprio compositor) que elucidavam o que havia no espírito de cada estação e que música pretendia evocar. Os concertos, portanto, são um dos primeiros e mais detalhados exemplos do que viria a ser chamado de música de programa – por outras palavras, música que segue um programa narrativo. Vivaldi esforçou-se para relacionar a música aos textos dos poemas, traduzindo os próprios versos poéticos diretamente no manuscrito. Vivaldi dividiu cada concerto nos tradicionais três andamentos (rápido – lento – rápido) e, de igual modo, também os sonetos estão cada um dividido em três seções. Além dos sonetos, Vivaldi escreve instruções especificas como “O cão que late” (no segundo movimento da primavera), a languidez do calor” (no primeiro movimento do Verão) e os bêbados que dormem (no segundo movimento do Outono).